Aqui o que importa é a opinião das pessoas.Por isso, você não precisa se cadastrar, nem ter blog, nem ter nome para dar a sua opinião.Mostre o que você acha, converse com os outros visitantes sobre o que você pensa.Quando você começa a pensar, começa a se libertar.

Meu novo livro.

Meu novo livro.
Meu novo livro.Acompanhe no wattpad!
Quando você começa a pensar por si mesmo, naturalmente irá discordar de alguém.Discordar não é errado; errado é concordar sem pensar.
O pensamento livre é a grande arma contras as verdades absolutas.Seja livre:questione tudo.

domingo, 31 de julho de 2011

Os diferentes não são errados

Na sociedade humana, as pessoas comuns geralmente olham as pessoas diferentes com um olhar digamos, meio “torto”.Elas acham que como aquelas pessoas são diferentes, então de alguma forma, elas estão “erradas”.Mas afinal de contas, o que é uma pessoa “comum”?.Para você ser comum, você simplesmente deve fazer o que a maioria faz.Por exemplo, digamos que você caia em uma ilha onde só existam pessoas canibais;além de correr risco de vida, você logo será visto como “diferente”, apenas porque não quer comer outras pessoas no jantar.Mas só porque você é “diferente”, quer dizer que você está errado?Claro que não.

Agora vamos olhar para a sociedade ocidental.Como seria uma pessoa “diferente”?Em primeiro lugar, ela seria homossexual;em segundo lugar, ela seria um ateu ou poderia pertencer a uma religião pouco popular(Umbanda,Wicca,Mórmon,etc);aqui no Brasil, essa pessoa não gostaria de futebol, e por ai vai.Se pararmos para pensar, as minorias sempre são vítimas de preconceitos, simplesmente porque são minorias.Se os negros fossem maioria e mais ricos por aqui, os brancos seriam vistos com desconfiança;se os homossexuais fossem maioria, seria uma pouca vergonha ser heterossexual.

Em algumas situações, mesmo uma minoria consegue dominar a cabeça da maioria, geralmente através da mídia, de argumentos bem elaborados ou de crenças religiosas antigas.Como a maioria das pessoas possui pouca informação e não se interessa em obter mais informação, elas são enganadas com facilidade.Por exemplo, muitos brasileiros que possuem parentes negros, são racistas!Estranho né?Os diferentes sempre foram tratados com desrespeito, até entre eles mesmos, por causa da lavagem cerebral que muitos recebem.

Portanto meus caros, os diferentes não são errados.São apenas diferentes.Vivemos em uma democracia, e ela deve ser montada pelo povo e para o povo.Seja ele composto de   negros, brancos, vermelhos, amarelos, gays, heteros, ateus, religiosos, crianças, idosos ou qualquer tipo de classe social.Não vamos cometer um crime social contra um grupo de pessoas só porque são diferentes de nós.

É o respeito pelas diferenças entre as pessoas que faz a democracia ser uma democracia.

25 comentários:

  1. Eu não escrevo opinião, mas eu posso assegurar que este texto é ruim se quer defender a igualdade. Intrínseco a ele existem preconceitos mais fortes que precisam ser avaliados com cuidado. Não sei se foi impressão, mas senti uma repulsa pelo cristianismo e também pela mídia de massas.
    Defender a democracia não é atacar outros grupos, mas tentar integrar os que estão de fora no jogo.
    E por fim, tenha cuidado dessa de "do povo para o povo", todos os regimes autoritários tinham esse ideário como fachada para seus terrores.

    ResponderExcluir
  2. Infelizmente,na religião cristã,existe um pensamento de que se vc é gay,não-religioso,ateu ou religioso de uma outra religião,vc está errado.Portanto,se vc teve a impressão de que o texto possui repulsa pelo pensamento cristão,é porque o texto defende quem sofre com o preconceito dos cristãos.

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Se a sociedade se estrutura pela ordem da normatividade, tudo o que escapa ao "ethos" certamente configurará um erro. Só que, vejamos bem, erro - errar, errante, errância - é justamente a possibilidade de variação infinita, se comparado à univocidade do acerto, que traduz a riqueza múltipla da humanidade. Etnias, culturas, tradições, são o que nos faz o que somos: Seres plurais, heterogêneos. Então, concordando com o adágio popular, realmente errar é humano. Mas vou um pouco mais longe, pois errar além de ser humano, nos permite a diferença, que é o nosso mais belo patrimônio. Abraços... ótimo texto!

    ResponderExcluir
  5. "É o respeito pelas diferenças entre as pessoas que fazem a democracia ser uma democracia."

    EXATAMENTE ISSO!

    ResponderExcluir
  6. Que os diferente não são errados mas apenas diferentes já todos sabem. O que as pessoas não sabem é que é preciso deixar de ver apenas o aspecto exterior das pessoas e olhar mais para o interior, lá no interior, onde todos são iguais. É aí que está a falha, as pessoas preocupam-se demasiado com as aparências, não valorizam o ser humano em si, não procuram escutar os outros, gritam as suas vontades e os seus ideais mais não escutam o que os outros têm a dizer. Esses, os descriminados, são os que têm muito a dizer mas as suas vozes são abafadas. Porquê? Já chega. Deixem as pessoas viver as suas vidas.

    ResponderExcluir
  7. Bom inicio de semana

    http://www.reinocomico.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  8. Os diferentes são aqueles que não veem necessidade de serem iguais a todo mundo...

    ResponderExcluir
  9. Não existe normalidade. Existe covardia em admitir as próprias idiossincrasias e prepotência em apontar as alheias.

    ResponderExcluir
  10. adorei...
    http://meninos-cor-de-rosa.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  11. adorei o post!!!É isso mesmo!!! Muito interessante.É que muitos infelizmente tem preconceito com quem não segue o que a maioria é ou faz.Gostei do exemplo dos canibais, ilustra bem isso.
    Infelizmente muitos tem preconceito com ateus, gays e negros, mas eles apenas são diferentes, cada um é de um jeito, pensa de um jeito, não existe alguém completamente errado ou certo nesse mundo.
    Uma vez estava pensando sobre essa coisa de ser normal ou anormal. Por exemplo, todos nós nascemos com duas pernas, então para nós, isso é normal. Agora se chegássemos num lugar que todos tivessem apenas uma perna, a pessoa que tem duas pernas é que seria anormal e todos iriam olhar para esse como: olha, coitado, ele tem duas pernas, não é como nós que temos uma só.

    Tudo depende de como enxergamos as coisas, do ângulo que observamos...

    Parabéns pelo post!

    http://artegrotesca.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Temos que respeitar, pelo menos! todos os tipos de pessoas e suas respectivas escolhas! estamos no século 21!

    http://www.youtube.com/pocants

    ResponderExcluir
  13. AS PESSOAS TÊM MESMO ESSA TENDÊNCIA. EU MESMO JÁ FUI ALVO DE MUITAS CRÍTICAS POR GOSTAR DE CERTOS GÊNEROS MUSICAIS.MAS EU NEM LIGO. NÃO VOU DEIXAR MEU HARDCORE DE LADO POR CAUSA DE UNS CINCO OU DOZE FANÁTICOS RELIGIOSOS DE PLANTÃO.

    http://thebigdogtales.blogspot.com/2011/08/desperte-se.html

    ResponderExcluir
  14. Adorei Glal!

    Muito Bom !
    Muda meu link em seu blog.

    Ironia e Sarcasmo:
    http://neoquiproquo.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  15. As pessoas são preconceituosas principalmente esses religiosos loucos!Sou rockeiro e bissexual e sofro muito preconceito com isso!Queremos respeito!

    ResponderExcluir
  16. Gostaria que tivesse mais blogs igual o seu, na verdade blogs não; Pessoas iguais a você que tem esse pensamento que não deveria ser tratado como uma coisa incomum, mais infelizmente a maioria dos brasileiros são rpeconceituosos de alguma forma.


    http://humor-sem-graca.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  17. Sua opinião é a melhor e mais positiva que já vi a respeito disso, concordo..!
    http://lollyoliver.wordpress.com/2011/09/05/fotografia/

    ResponderExcluir